Dinâmicas à distância e presenciais com o Nescity para o Trainee Connect 2020

Pelo terceiro ano consecutivo, a Nestlé confiou à PushStart a tarefa de desenvolver uma nova forma de avaliar candidatos a trainee de de diferentes áreas. E como falar de inovação na contratação de jovens talentos e não abordar a forma como novas tecnologias são capazes de impactar um negócio? Com isso, o Trainee Connect 2020 foi atualizado com novas mecânicas gamificadas e dinâmicas que abordassem a transformação digital.

Na primeira etapa do processo -online e individual-, o candidato deveria criar e administrar uma pequena loja de um produto Nestlé (Negresco, Moça, Kit Kat, Nescafé e Nescau) e operacionalizar seus serviços por meio de diferentes inovações tecnológicas, como inteligência artificial (para atender clientes ou preparar o brigadeiro perfeito), ou usar drones para fazer entregas.

 

Primeira etapa do Trainee Connect 2020 feita pela PushStart para a Nestlé do Brasil

 

Essa avaliação os levou à segunda etapa, uma dinâmica presencial baseada nas lojas criadas pelos candidatos anteriormente. Agora, por meio da cidade virtual NESCITY, cada loja deveria ser administrada por um grupo de participantes que deveriam desenvolvê-la junto com o crescimento da cidade ao seu redor. Assim que a loja de cada grupo era inaugurada, seu caixa começava a render, com isso surgiam problemas de administração que deveriam ser resolvidos pelos proprietários das unidades. Quanto mais rápido fosse solucionado um problema, menor seria o seu prejuízo e maior seria o ganho da cidade e o crescimento da fábrica. Em paralelo, cada grupo deveria trabalhar na resolução de um case proposto pelos gestores Nestlé de cada área, que deveriam ser apresentados ao final das 4h de dinâmica.

 

Segunda etapa do Trainee Connect 2020 da Nestlé Brasil.

 

Os candidatos aprovados eram posteriormente avaliados pelos gestores Nestlé que usavam o App do Gestor da PushStart, onde cada talento recebia uma nota única, hashtags de pontos fortes e comentários personalizados. Tudo isso combinado permitia aos gestores chegar a um processo por meio de um site responsivo feito exclusivamente para os avaliadores compararem avaliações e notas de cada candidatos feitas por outros gestores.

O Trainee Connect 2020 foi construído e validade com trainees de anos anteriores, uma metodologia que a PushStart e a Nestlé repetem todos os anos. O projeto foi liderado na Nestlé pela Ana Schiavone e Nathalia Ferreira. Ao todo foram mais de 35 mil candidatos participantes do processo, e, para a PushStart, a colaboração de todos os envolvidos trouxe mais transparência para o projeto.

Há 3 anos, a Nestlé abriu as portas do mundo de processos seletivos para a PushStart, foram muitas mecânicas inovadoras, sempre gamificadas, divertidas e no contexto de negócio e marcas da Nestlé. O crescimento que o trabalho em conjunto vem proporcionando para os dois lados é a maior conquista de toda essa jornada.


Written by Felipe Marlon

Felipe is a geek, programmer, producer and economist. With deep knowledge and extensive experience with new technologies for Games, Tv Shows and Web content.


Be a Pusher you too

We are always looking for people who love to work with innovation and creativity. Join our team! We have job opportunities for:
Send your portfolio
All rights reserved - © PushStart