Braskem Game: o RPG da Braskem em Formato de Processo Seletivo

Depois de uma primeira parceria de sucesso na realização do processo seletivo Braskem Stories, a PushStart se une novamente à gigante Braskem e a Cia de Talentos para ir além e dar mais um passo rumo à inovação em processos seletivos.

Para essa nova experiência criamos um jogo estilo RPG (role-playing game), onde os jogadores precisam tomar decisões diversas a todo o momento, conversar com NPCs (non-player character, ou “personagem não jogável”) para receber tarefas e dicas, e explorar diferentes locais do cenário. Assim pudemos apresentar formas inéditas de avaliar competências diversas de todos os candidatos de uma maneira leve, lúdica e prática.

Assim como nos RPGs clássicos, antes de iniciar, o candidato podia customizar o seu personagem, com cinco tons de pele, cinco tipos de olhos e acessórios, seis penteados, cinco cores de cabelo, 12 camisetas e sete opções de acessórios diversos. Resultando em 126.000 combinações únicas.

Tela de customização de personagem do Braskem GameO Braskem Game também era composto por duas etapas completamente distintas e gamificadas, três grandes minijogos personalizados (Pane na Sala de Controle, Desafio da Impressora 3D e Gerenciamento de Equipe), 18 main quests (missões primárias), 19 side quests (missões secundárias) e 20 itens colecionáveis espalhados por cinco cenários diferentes e personalizados.

Fluxo de fases do Braskem Game

A primeira fase, Exploração, era aberta e qualquer pessoa poderia acessar o jogo e conhecer um pouco mais sobre a companhia, mas para ter acesso à empresa, era necessário alcançar o crachá especial da Braskem, ao fim do processo. Nesta etapa, o candidato participava de minijogos, podia interagir com diferentes personagens (moradores e colaboradores da Braskem), coletar itens espalhados pela cidade e saber mais sobre a companhia. Dentro desta etapa participaram cerca de 30 mil candidatos.

Na segunda fase, Inovação, novas tarefas eram desbloqueadas, e o candidato recebia um problema para ser solucionado. O jogador podia interagir com diferentes personagens, enviar mensagens e áudios para a Braskem, além de poder trocar respostas com jogadores anteriores.

Na terceira fase, Transformação, os candidatos eram convidados a jogar em grupo na plataforma Braskem Makers, um ambiente parte do projeto Dynamics, da PushStart. Nela, os participantes puderam trabalhar tudo o que foi vivido em todo o processo, mas desenvolvendo trabalho em equipe com cases mais próximos da realidade da empresa. 

Mapa da cidade Braskem Game - Fase Exploração

Este foi o primeiro projeto realizado inteiramente do zero com toda a equipe PushStart trabalhando de casa, após o início da quarentena mais restritiva por conta da pandemia do Covid-19. Ao mesmo tempo em que este também foi o primeiro jogo RPG criado e executado para este fim pelo estúdio. O resultado não poderia ser melhor. O tempo médio em que todos os candidatos permaneceram dentro do game foi maior do que o esperado, devido à forma agradável e divertida da interação. E as respostas positivas dos participantes e idealizadores consolidam esta como mais uma solução de sucesso da PushStart, que agora se coloca como uma nova opção, mais expandida e gamificada, para processos seletivos.


Escrito por Felipe Marlon

Felipe é co-fundador da PushStart, geek, programador, produtor e economista. Com grande conhecimento e vasta experiência com novas tecnologias para Games, Programas de TV e conteúdo para WEB.


Seja um pusher você também

Estamos sempre em busca de pessoas que amam trabalhar com inovação e criatividade. Junte-se ao nosso time! Nós temos oportunidades para:
Envie seu trabalho
Todos os direitos reservados - © PushStart